Home Notícias Aplicativos de segurança são usados colégios para diminuir riscos
0

Aplicativos de segurança são usados colégios para diminuir riscos

0
0

Colégios com cinco, dez mil alunos, localizados bem no coração da cidade. Não é difícil imaginar a dificuldade que os pais enfrentam na hora de buscar ou deixar seus filhos na porta dessas escolas: filas duplas geradas por carros de outros pais que, certamente, também estão tentanto acessar suas crianças, disputa com outros veículos que fazem parte do congestionamento normal da via em horários de pico, além da falta de vagas para estacionar.

Só por esses exemplos já dá para presumir que ficar preso por muito tempo em um pequeno trecho pode até parecer loucura, mas é a realidade que muitos pais são obrigados a lidar todos os dias. Além desse estresse corriqueiro, muitos ainda reclamam da falta de segurança nos arredores dos colégios, gerados justamente pelo trânsito lento que facilita a ação de bandidos oportunistas, aqueles que roubam celulares ou bolsas quando os carros param em congestionamentos. E não são só eles que sofrem com todo esse caos na porta das escolas: motoristas que passam pelo lugar também são afetados, assim como a vizinhança, que tem que lidar com a dificuldade para entrar e sair de suas casas.

Foi pensando em colocar um fim a essas problemáticas, que o empresário Léo Gmeiner desenvolveu uma ferramenta destinada para pais e escolas. O objetivo era agilizar a saída escolar e minimizar o trânsito local. Batizada de Filho sem Fila, a ideia surgiu em 2013 e desde então já conquistou mais de 100 escolas em todo o Brasil. Agora, se prepara para ser exportada para os Estados Unidos e, Gmeiner não descarta ainda levar o modelo também para o mercado latino. “Temos outros países vizinhos ao Brasil com os mesmos problemas que encontramos aqui, como a questão do trânsito e da segurança”, explica.

A ferramenta Filho sem Fila funciona através de aplicativo baixado diretamente no celular dos pais, que é conectado à escola. Com apenas um toque, os pais avisam à escola quando estão indo buscar o filho. Ao se aproximarem do colégio, uma notificação é automaticamente enviada, para que o aluno seja preparado com antecedência para o embarque.

“Trata-se de uma solução para minimizar todo o caos que presenciamos no dia-a-dia das instituições escolares. Reduzimos em 75% o tempo de espera, o que gera economia de tempo, combustível, sem falar na segurança e no risco de tomar multas”, assinala o executivo.

Gmeiner conta que teve a ideia do Filho sem Fila enquanto aguardava seus filhos na porta do colégio. Inconformado com a demora, começou a desenhar mentalmente a ferramenta que, mais tarde, deu origem ao aplicativo. Hoje, ele diz que a espera, que podia levar até 20 minutos, em média, foi reduzida para algo entorno de três a quatro minutos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *