Acordo de cooperação reforça monitoramento no Amazonas

0

Receba atualizações em tempo real direto no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Foto: LINDEMBERG-CAVALCANTE-9-e1444162651902-300x205
Foto: Lindemberg Cavalcante

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e o Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Amazonas (Sindesp) assinaram o primeiro acordo de cooperação que integra novos sistemas de monitoramento de câmeras voltados para espaços públicos ao Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops). A medida é inédita no País e tem a expectativa inicial de coibir crimes praticados em vias públicas, com o monitoramento de até 250 novos pontos, duplicando a capacidade de visualização de espaços públicos.

O acordo, assinado no Centro Integrado de Comando e Controle do Amazonas (CICC-AM), no Aleixo, zona Centro-Sul, é resultado do edital de chamamento público lançado em agosto, que visa credenciar entidades representativas interessadas em integrar imagens de seus circuitos de monitoramento privado ao sistema de monitoramento, segundo explicou o secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes.

Para o secretário-executivo-adjunto de Planejamento e Gestão Integrada da SSP-AM, Dan Câmara, por meio do acordo com o Sindesp, o Estado está ampliando a capacidade de visualização de imagens do Centro Integrado de Comando e Controle, o que garantirá mais segurança para a população de modo geral. Ele explica que, a partir da assinatura do termo de cooperação, as empresas vinculadas ao Sindicato poderão fazer a migração dos sistemas, de acordo com as necessidades técnicas.

Durante a assinatura do acordo, o secretário anunciou que até o final do ano será lançada uma licitação para substituição das atuais câmera por equipamentos mais modernos, inclusive com tecnologia de reconhecimento de imagem.

Deixe uma Resposta