Combate à segurança clandestina

0

Receba atualizações em tempo real direto no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Nesta quarta feira, 24, a Polícia Federal, em parceria com a Fundação Brasileira e Ciências Policiais (FBCP) e com o apoio da Federação Nacional das Empresas de Segurança e Transporte de Valores (Fenavist) lança Campanha Nacional de Prevenção e Combate à Segurança Clandestina.

A Fenavist aponta que o número de vigilantes regulares é de 700 mil no País, mas os profissionais clandestinos somam mais de 1,5 milhão. São considerados ilegais os profissionais de vigilância que não têm curso de formação em escola autorizada pela Polícia Federal e cadastro na federação.

De acordo com a Lei 7.102/83, que regulamenta o setor da segurança privada, apenas empresas autorizadas pela Polícia Federal podem comercializar serviços de segurança privada,. No Brasil, há mais de 2,5 mil empresas de segurança privada legalizadas. No entanto, é quase o número de companhias clandestinas é quase o dobro.

No lançamento da campanha será apresentada a cartilha “Como contratar segurança privada legal e qualificada”, que apontará os critérios a serem observados na hora de escolher uma empresa de segurança.

Deixe uma Resposta

CREDENCIAMENTO DISPONÍVEL

Garanta sua credencial gratuita e participe do evento mais esperado para o setor de segurança na América Latina.
CREDENCIE-SE J!
close-link