Conglomerado Alfa, com apoio da Verity, vai à busca de startups

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

O Conglomerado Alfa, que detém empresas tão diversas como Alfa Seguros, C&C e Rede Transamérica, anunciou em março uma parceria com a Verity, especializada em transformação digital. Ela será responsável pela análise técnica de startups que, mais tarde, poderão integrar o grupo.

Segundo Alexandro Barsi, CEO da Verity, a empresa vai avaliar se a tecnologia de determinada startup consegue agregar valor ao conglomerado. Em seguida, estudará possíveis gaps e ajudará a preenchê-los.  “Muitas vezes, as startups colocam as operações em andamento rapidamente, mas com algumas lacunas. Como a nossa expertise, acreditamos que podemos entender se esses gargalos influenciam na operação e, em um segundo momento, ajudar a arrumá-los”, afirma.

>> Computação quântica deve acelerar ainda mais a transformação digital nas empresas

>> Aumento do investimento de grandes empresas em tecnologia estimula crescimento de fábricas de software no país

>> Portaria remota é um dos nichos do mercado de Segurança Eletrônica que mais cresce no país

O trabalho acontecerá em etapas. Primeiro, o Conglomerado Alfa fará o mapeamento das necessidades de suas empresas e abrirá inscrições para as startups. Logo depois, as melhores serão selecionadas para receber mentoria especializada tanto da Verity quanto do Alfa. Por fim, após esse auxílio, acontecerá o chamado Demo Day, quando os profissionais do Conglomerado decidirão se realizarão investimentos em algumas das candidatas ou se contratarão seus serviços.

Embora o Conglomerado pretenda mapear as necessidades das marcas que o compõem, qualquer startup que sinta que pode contribuir com o grupo poderá se cadastrar no site. E mesmo aquela que não for selecionada para receber um investimento, poderá se tornar fornecedora. Hoje, por exemplo, cinco startups já fazem parte do programa.

“Acreditamos que o nosso programa oferece um ‘ganha-ganha’. O Conglomerado ganha o acesso a essas empresas ágeis, com soluções inovadoras, com forte domínio das jornadas dos clientes, e as startups podem acessar o nosso mercado, desenvolver novos produtos, obter mentorias com os maiores especialistas e ainda capital”, afirma Francisco Perez, Diretor de Novos Negócios do Alfa.

Comments are closed.