Cotas para pessoas com deficiência

0

Receba atualizações em tempo real direto no seu dispositivo, inscreva-se agora.

De acordo com o artigo 93 da Lei no 8213/91, empresas de vigilância devem reservar 2% a 5%  (dependendo do tamanho do empreendimento) de seus postos de trabalho a pessoas com necessidades especiais. Essa exigência ficou clara após o caso de uma empresa do setor que havia sido dispensada da obrigação pela Justiça, sob a alegação de que o trabalho de vigilância particular seria incompatível com pessoas com deficiência. A Procuradoria Regional da União conseguiu anular a decisão junto à Primeira Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 10a Região, argumentando que o artigo 93 não faz qualquer exceção em relação ao cumprimento da lei de cotas, que, portanto, deve ser respeitada por empresas de quaisquer setores da economia.

Deixe uma Resposta

CREDENCIAMENTO DISPONÍVEL

Garanta sua credencial gratuita e participe do evento mais esperado para o setor de segurança na América Latina.
CREDENCIE-SE J!
close-link