Edward Snowden diz todos os governos ao redor do mundo tentam enfraquecer criptografia

Receba atualizações em tempo real direto no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O uso da criptografia em aplicativos e plataformas tem sido questionado por governos em todo o mundo pela preocupação de que criminosos explorem a tecnologia para ocultar atividades ilegais online. No entanto, propostas para enfraquecer ou minar a criptografia forte podem, na verdade, deixar os usuários mais vulneráveis a ataques cibernéticos e atividades criminosas.

A afirmação é de um grupo de organizações da sociedade civil e empresas de tecnologia de todo o mundo, que se uniu para promover o uso de criptografia forte no primeiro Dia Global da Criptografia, realizado no último dia 21 de outubro.

“Se a criptografia for enfraquecida, pessoas morrerão”, afirmou o ex-agente de inteligência dos EUA, Edward Snowden, que denunciou o monitoramento feito pela Agência de Segurança Nacional. Ele participou de debate sobre o tema com outros especialistas ao redor do mundo.

“Teria sido impossível para mim denunciar o que vi sem criptografia. Minhas primeiras mensagens para jornalistas foram feitas com ela e, sem criptografia segura de ponta a ponta, é impossível imaginar a produção de qualquer jornalismo investigativo corajoso”, disse.

“Apesar disso, governos em todo o mundo estão tentando enfraquecer a criptografia, solicitando que as plataformas criem ‘backdoors’, ou portas de acesso,  para o policiamento. Vi em primeira mão como os governos podem abusar do poder que têm para acessar os dados pessoais de inocentes em nome da segurança nacional. Enfraquecer a criptografia seria um erro colossal, que poderia colocar milhares de vidas em risco.”

Para Jimmy Wales, fundador da Wikipedia, “proteger a criptografia forte é essencial para resguardar os direitos humanos de milhões de pessoas no mundo todo. Todos têm direito à privacidade e à segurança – que só podem ser mantidas com criptografia segura de ponta a ponta. O enfraquecimento da criptografia coloca todos nós em risco”.

“Quando começamos a Wikipedia, era proibitivamente caro usar criptografia segura para todas as páginas do site, mas sempre foi uma prioridade nossa e a introduzimos assim que pudemos. Agora, não há desculpa para não usar criptografia – governos e plataformas de tecnologia têm o dever de proteger o público”, afirmou.

Organizado pela Global Encryption Coalition, instituição com mais de 200 membros de todas as regiões do mundo, o Dia Global da Criptografia teve uma série de eventos ao redor do mundo mostrando como a segurança depende do uso da criptografia em diferentes aspectos da vida.

Por ocasião da data, a coalizão lançou a campanha Vire a Chave, em que pede ao público, empresas e governos ao redor do mundo que adotem serviços criptografados. Além disso, jornalistas investigativos de renome mundial aderiram publicamente à campanha em uma carta aberta.

Comentários estão fechados.