Estado do Paraná cria monitoramento em vídeo para obras públicas

Receba atualizações em tempo real direto no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Fiscalizar o andamento de obras públicas à distância vai ficar mais fácil no Paraná. O estado aprovou um projeto que estabelece o videomonitoramento de obras, permitindo que qualquer cidadão possa verificar a evolução dos trabalhos em tempo real. A ideia é instalar a plataforma no Portal da Transparência, permitindo que o público possa denunciar irregularidades.

O investimento calculado é de R$ 20 milhões, de responsabilidade da empresa vencedora da licitação, de acordo com o portal notícias do Estado do Paraná. Além de monitorar as obras em tempo real, será possível obter informações sobre contrato, aditivos e valores por meio de um QR-code, que deverá estar impresso em todas as placas de obras do governo do estado.

O projeto de videomonitoramento integra o Projeto Harpia, conjunto de tecnologias para acompanhar etapas de licitações. De acordo com o controlador-geral do  Estado do Paraná, Raul Siqueira, “obra parada é pior que aquela não iniciada, principalmente pela deterioração natural da construção e por manter um “elefante branco”, que continua a consumir recursos públicos. “De certa forma, o videomonitoramento é uma garantia de continuidade da obra, que terá seu andamento acompanhado por servidores públicos, sem custos de deslocamento”.

As empresas que estiverem com obras em curso terão seis meses para se adaptar ao novo modelo, que passará a constar em todos os editais de obras e serviços de engenharia contratados com o Governo do Paraná. As atribuições do projeto estão publicadas na Lei Estadual 20.685/2021.

Comentários estão fechados.