Forças de segurança simulam ataque terrorista em rodoviária carioca

0

Receba atualizações em tempo real direto no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Com a perspectiva de circulação de aproximadamente dois milhões de passageiros no período dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, a Rodoviária Novo Rio foi palco de um simulado de ataque terrorista a bomba na semana passada. A dinâmica, que ocorreu em uma das plataformas de embarque, mostrou desde a identificação do possível terrorista até a explosão da caixa de presente com o artefato.

A ação foi organizada pela Concessionária Novo Rio, que administra o terminal, e envolveu equipes do Esquadrão Antibomba da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), com apoio do Corpo de Bombeiros do Estado do RJ e do Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPtur ).

O inspetor da Polícia Civil Helison Britto, responsável pelo Esquadrão Antibomba da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), lembrou que apesar de não haver um histórico terrorista no Brasil, as equipes são treinadas para responder à qualquer situação de risco. “Não podemos afirmar que vai acontecer um atentado, mas simulados como este são feitos para treinar as equipes e passar também o conhecimento que temos para os profissionais que atuam diretamente nestes pontos de grande aglomeração de público e turistas”, destacou o inspetor.

Atuando nos postos de atendimento turístico do BPTur na Rodoviária Novo Rio e no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o sargento PM Fábio Freitas teve a oportunidade de, pela primeira vez, participar de um simulado com o esquadrão antibomba da CORE. “Essa experiência vem somar ao reconhecimento que temos hoje de possíveis artefatos e vai contribuir para que possamos impedir possíveis ataques”, lembrou o sargento.

Operação planejada

O simulado envolveu cerca de 50 agentes, entre policiais, bombeiros, socorristas e figurantes que atuaram no exercício, que consistiu na identificação e desativação da bomba deixada por um suspeito. O objetivo foi trabalhar o tempo de resposta da operação e a integração dos agentes dos órgãos de segurança.

A Concessionária Novo Rio já conta com 50 câmeras de segurança, equipes de vigilantes e policiais do BPtur, que monitoram as instalações 24 horas por dia. O exercício reforçou a importância do terminal, que faz parte do perímetro de segurança nacional para os Jogos Olímpicos.

Com informações da Secretaria de Estado de Segurança do Rio de Janeiro

Deixe uma Resposta

CREDENCIAMENTO DISPONÍVEL

Garanta sua credencial gratuita e participe do evento mais esperado para o setor de segurança na América Latina.
CREDENCIE-SE J!
close-link