Mercado de segurança pode crescer por meio de franquia, apontam especialistas durante o Conexão Abese

Receba atualizações em tempo real direto no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A zona de conforto pode levar os empresários ao insucesso, especialmente em alguns segmentos do mercado onde a concorrência é acirrada.  “Com a pandemia estamos todos sendo desafiados a buscar novas alternativas”, disse o advogado Lázaro de Sá, coordenador do Comitê de Compliance e assessor jurídico da Abese (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança), na abertura do painel “Modelos de negócios como estratégia de tração das empresas”, durante o evento online Conexão Abese, realizado nos dias 14 e 15 de abril.

Dentre os modelos de negócios que têm crescido no Brasil está o sistema de franchising, apontado pelos palestrantes convidados Batista Giglioti, presidente da Frans Systems Consultoria, e Natan Baril, diretor internacional da ABF e sócio fundador da Baril Advogados. Os dois foram unânimes em afirmar que um dos principais valores para quem se torna franqueado de uma marca é ter acesso ao conhecimento do negócio já estruturado. “Uma rede de franquia se desenvolve a partir de processos de operação formatados e deve ser replicado por meio de ferramentas de gestão e treinamento contínuo”, afirma Baril.

>> Setor de rastreamento de entregas urbanas passa por mudanças

>> A busca por segurança digital garante a ascensão do mercado de certificação

>> #1 – Mulheres são força no mercado de segurança patrimonial

Na prática, a operação do negócio será bem sucedida se houver esta transferência de conhecimento entre franqueador e franqueado. “Muitos me perguntam como escolher uma franquia, em meio a tantas opções com diferentes formatos. Escolha a que faz os seus olhos brilharem. Tem que ter empatia”, recomenda Giglioti. De acordo com a Associação Brasileira de Franchising, são mais de três mil marcas no país com modelos para todos os perfis de empreendedores.

Em relação ao mercado de segurança, os especialistas concordaram que é um dos que mais tem oportunidade para crescer, principalmente no segmento de plataformas digitais.

Outro ponto importante do debate diz respeito à Circular de Oferta de Franquia, inserida na nova lei 13.966/19 que torna a relação entre franqueador e franqueados mais transparente desde o início da negociação. Assim, o interessado por uma franquia tem o direito de receber todas as informações da marca, como balanços financeiros, ações judiciais, taxas de publicidade, entre outros documentos.

Comentários estão fechados.