Metrô do Distrito Federal quer instalar câmeras para identificar usuários com febre

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

A Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) ainda pretende instalar um sistema de monitoramento voltado à temperatura dos passageiros. O processo está em fase de homologação.

A ideia é aumentar o controle de casos suspeitos de covid-19, e para isso, o metrô solicitou para a Secretaria de Economia a abertura de um crédito suplementar no valor de até R$ 2.254.020.

De acordo com notícia publicada no site Metrópoles, a aquisição projetada em R$ 2,2 mi deveria ter sido concluída ainda no ano passado, mas problemas burocráticos atrasaram o processo.

A companhia do metrô procura equipamento que seja capaz de monitorar a temperatura de passageiros mesmo em situações de grande fluxo de pessoas. Dependendo da marca e do modelo, o termômetro por imagem consegue monitorar a movimentação e a temperatura corporal de até 1,8 mil pessoas simultaneamente e armazenar as informações do escaneamento pessoal para comparativos futuros.

Para enfrentar o volume de pessoas e o desafio da identificação com máscaras, a licitação pretende adquirir câmeras com resolução igual ou superior a 3MP. Nos horários de pico, é comum que haja fluxo de 10 a 15 usuários por segundo.

 

Comments are closed.