PPA investe em nova fábrica e projeta expansão internacional

Receba atualizações em tempo real direto no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A PPA, líder na indústria de automatização de portas, portões e cancelas na América Latina, está construindo uma nova fábrica, de 4.500 m2, em Garça, no interior de São Paulo, para atender ao aumento da demanda por seus produtos. Na contramão de muitos segmentos da indústria que estão reduzindo os investimentos, a empresa tem expandido as operações no mercado de segurança tanto no Brasil como no exterior.

A pandemia acelerou ainda mais o crescimento da empresa no ano passado, devido ao maior tempo de permanência das pessoas em casa, em isolamento social, e à maior procura por segurança doméstica. Para completar, a desvalorização do real tornou os produtos da marca mais competitivos no mercado externo.

Fundada em 1983 por Flavio Aparecido Peres e dirigida atualmente pelo filho Samuel Peres, a PPA é um exemplo bem-sucedido de empresa familiar e 100% brasileira. De acordo com Samuel, o principal segredo para o sucesso da PPA está na sólida rede de mais de 500 distribuidores em território nacional. “Isso é possível graças a nossos baixos custos de produção, que é bastante verticalizada. Hoje, 90% do material é produzido na própria fábrica. Fazer tudo aqui dentro dá mais trabalho, mas isso nos deixa mais competitivos”, afirma o executivo.

O alto investimento em inovação é outra marca registrada da PPA. A empresa conta um time de mais de 40 engenheiros mecânicos e eletrônicos. Samuel lembra, no entanto, que o grande salto tecnológico aconteceu em 2011. Depois de passarem 15 dias no Japão, visitando as empresas mais importantes do país, Flavio e Samuel decidiram trazer para a PPA aquilo que havia de mais avançado no setor.

Nos últimos anos, a PPA adquiriu três empresas: a fábrica de movimentadores de corrente CelTron, a Citrox, especializada em câmeras (CFTV), controle de acesso, alarmes e IoT (internet das coisas) e a linha de cercas elétricas GCP. Além disso, a empresa abriu a PPA Care, com foco no desenvolvimento de equipamentos médico-hospitalares.

Com essas aquisições, a PPA passou a contar com um contingente de 700 colaboradores, sendo que mais de um terço deste total foi incorporado durante a pandemia. A área fabril da empresa chegou à marca de 25.000 m2 de área construída, espalhados por diversas regiões do país.

A fabricação de produtos mecânicos está concentrada na sede, em Garça, enquanto os itens eletrônicos são produzidos em Manaus, cuja fábrica foi expandida de  1.000 m2 para 4.700 m2 e em Santa Rita do Sapucaí (MG), que tinha 600 m2 de área total e hoje tem 3.800 m2.

Hoje, a PPA exporta para mais de 30 países. A empresa tem experimentado um forte crescimento nas exportações para os países latino americanos – com destaque para o México -, para os Estados Unidos e a Europa.

Comentários estão fechados.