Vigilância eletrônica reforça segurança de bases aéreas no RJ

0

Receba atualizações em tempo real direto no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Com objetivo de reforçar a segurança de instalações das bases aéreas do Rio de Janeiro durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2016, o Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR), por meio da Subchefia de Segurança e Defesa, está coordenando o emprego de unidades de vigilância eletrônica desdobráveis, equipamentos com a capacidade de monitorar grandes áreas e com extrema mobilidade.

Ao todo, três veículos foram equipados com câmeras de vigilância, gravadores digitais de vídeo, antenas de transmissão de dados e telas para visualização, os quais estão sendo empregados 24 horas nas Bases Aéreas dos Afonsos, Galeão e Santa Cruz. O foco do trabalho tem sido garantir a segurança nos receptivos, das aeronaves e dos atletas.

As unidades móveis possuem câmeras fixas e com rotação de 360 graus (speed dome) além de contar com postes móveis de vigilância cujas imagens podem ser transmitidas a uma distância de até 12 quilômetros da viatura, possibilitando a vigilância e controle de grandes áreas empregando apenas um operador do sistema. A transmissão é feita por meio de links com as antenas da viatura.

 

Com informações do Portal Brasil

Deixe uma Resposta

CREDENCIAMENTO DISPONÍVEL

Garanta sua credencial gratuita e participe do evento mais esperado para o setor de segurança na América Latina.
CREDENCIE-SE J!
close-link