São Paulo é a cidade mais inteligente do Brasil, mostra ranking Connected Smart Cities 2020

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

São Paulo foi eleita a cidade mais inteligente do Brasil em 2020, deixando para trás Campinas (SP), campeã no ano anterior e agora em 4º lugar, segundo o ranking Connected Smart Cities. Em seguida, aparecem Florianópolis (SC) e Curitiba (PR). Vitória, capital do Espírito Santo, ocupa a quinta posição.

Feita com o objetivo de mapear as cidades com maior potencial de desenvolvimento no Brasil, a lista leva em consideração 70 indicadores, distribuídos em 11 principais setores: mobilidade e acessibilidade, urbanismo, saúde, educação, energia, economia, meio ambiente, tecnologia e inovação, segurança, empreendedorismo e governança.

De acordo com o estudo, além do ranking geral, a capital paulista lidera também os recortes de tecnologia e inovação, e mobilidade e acessibilidade. No caso do primeiro, destaca-se o fato de que a cidade conta com três parques tecnológicos e 11 incubadoras de empresas, além de apresentar 346,1 depósitos de patentes por 100 mil habitantes.

Entre os indicadores positivos de São Paulo neste ano estão também uma elevação de três pontos percentuais no tratamento de esgoto da cidade e um aumento do percentual da frota de veículos da cidade com baixa emissão de poluentes.

No quesito segurança, a cidade que lidera o ranking é Ipojuca, em Pernambuco. O município possui 4,6 policiais a cada mil habitantes, investiu na área R$ 394,11 por habitante e possui também monitoramento de área de riscos.

Em segundo lugar, está São Miguel dos Campos, em Alagoas, seguida de Mariana (MG). As 10 melhores cidades no recorte de Segurança estão nas regiões Sudeste, Nordeste e Sul – só há uma capital entre elas, Florianópolis (SC), em 10º.

No ranking geral, há predominância de cidades do Sudeste entre as top 20, com mais de 50% das posições. A região Sul aparece em segundo lugar. O Centro-Oeste está representado por Brasília e Campo Grande, ambas perdendo posições em relação ao ano passado.

Por fim, a região Nordeste entra na lista de 2020 com Recife, que esse ano subiu oito posições e figura agora na 15ª posição. A região Norte infelizmente está fora da lista principal, tendo Palmas como a cidade mais bem classificada, na 32ª posição.

Segundo o estudo, 64 das 100 cidades mais inteligentes estão na região Sudeste, uma redução de três cidades em relação ao ano anterior, sendo 43 delas no estado de São Paulo, também com redução em relação ao ano anterior. Dezenove estados brasileiros e o Distrito Federal possuem cidades na lista das 100 mais inteligentes.

Metodologia

O ranking traz indicadores desenvolvidos pela consultoria Urban Systems, que qualificam as cidades mais inteligentes e conectadas do país. A consultoria utiliza metodologia própria de ponderação de indicadores, denominada de Índice de Qualidade Mercadológica (IQM).

A metodologia leva em consideração a norma ISO 37122 – “Sustainable cities and communities – Indicators for smart cities”, de maio de 2019, também conhecida como ISO das Cidades Inteligentes. Os indicadores da ISO 37122 têm como objetivo universalizar o conceito de smart city.

A edição 2020 do Ranking Connected Smart Cities coletou dados e informações de todos os municípios brasileiros com mais de 50 mil habitantes (segundo estimativa populacional do IBGE em 2019), totalizando 673 cidades.

Veja abaixo a lista das 20 primeiras colocadas:

São Paulo (SP)

Florianópolis (SC)

Curitiba (PR)

Campinas (SP)

Vitória (ES)

São Caetano do Sul (SP)

Santos (SP)

Brasília (DF)

Porto Alegre (RS)

10º Belo Horizonte (MG)

11º Niterói (RJ)

12º Rio de Janeiro (RJ)

13º Barueri (SP)

14º Campo Grande (MS)

15º Recife (PE)

16º Balneário Camboriú (SC)

17º Jaguariúna (SP)

18º Itajaí (SC)

19º Blumenau (SC)

20º São José dos Campos (SP)

Comments are closed.