1ª Exposec Virtual 2020, Feira Internacional de Segurança, traz uma proposta inovadora ao setor

Receba atualizações em tempo real direto no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação participou da solenidade de abertura da feira e do Conexão Abese Online

A 1ª Exposec Virtual – Feira Internacional de Segurança foi aberta ao público na manhã desta terça-feira (1/12) e seguirá até às 20h de amanhã. O evento traz ao setor um formato totalmente digital e inovador da edição presencial que este ano completaria sua 23ª edição, mas teve que ser adiado para junho de 2021 devido à pandemia de Covid-19. Organizada pela Cipa Fiera Milano, com realização a ABESE (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança), a feira virtual reúne 48 marcas expositoras nacionais e multinacionais.

Maurício Duval Macedo, diretor geral da Cipa Fiera Milano, lembrou, durante a solenidade de abertura da feira e do 2º Conexão Abese Online, que vivemos um momento único no mundo e as medidas de isolamento social, necessárias para conter o vírus, impediram a realização da Exposec presencial prevista inicialmente para abril, início da pandemia. “Foram muitos os desafios, mas não queríamos deixar passar o ano de 2020 sem a feira mais importante do mercado de segurança eletrônica”, afirmou. “E já sentimos que o evento no ambiente online será um sucesso, pois tivemos uma ótima visitação aos estandes durante a manhã”. Diante dos primeiros resultados, o diretor destacou a possibilidade de realização da 2ª Exposec Virtual no final de 2021.

Macedo também aproveitou a abertura da feira para parabenizar a ABESE pelos 25 anos de atividades. “Não é toda entidade representativa de um setor da economia que consegue chegar à essa idade e se renovando sempre”.

Selma Migliori, presidente da ABESE, também destacou a importância de tornar o projeto da feira online uma realidade, mesmo diante do pouco tempo que tiveram para formatar o evento. “A primeira Exposec teve 86 marcas expositoras e, ao longo dos anos, tornou-se o maior palco tecnológico da indústria de segurança. Não podíamos deixar de realizar o evento que sempre traz lançamentos, inovações e informações relevantes sobre o setor, além de gerar muitas oportunidades de negócios”, afirmou.

Ao agradecer a parceria com a Cipa Fiera Milano, Selma afirmou ver 2021 como um ano que será marcado pela ciência e tecnologia. “Isso confirmará a percepção do mundo neste ano, ou seja, que a segurança eletrônica é essencial para o bem-estar da população”.

Ciência, Segurança e Tecnologia

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes, destacou, durante sua participação na abertura da Exposec Virtual 2020, que sua pasta trabalha na criação de um ciclo virtuoso de investimentos em educação “que irá desenvolver as ciências e garantirá retorno para o país, produzindo riqueza e melhor qualidade de vida para a sociedade”. “Vamos transformar o país com a ciência, a tecnologia e a inovação. Essas são áreas que garantem retorno certo dos investimentos”. Ele também lembrou que a segurança é uma área prioritária para garantir maior conforto e qualidade de vida para a população.

Para o coronel Álvaro Batista Camilo, secretário executivo da PMSP (Polícia Militar do Estado de São Paulo), que representou o General Campos, Secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), a tecnologia é, hoje, a maior aliada do setor. “Tanto que investimos pesado em drones e nas bodycam (câmeras corporais), que são usadas pelos policiais que atuam em campo, além dos programas como o Detecta. E vamos investir ainda mais nos próximos anos”, garantiu.

O secretário municipal de Segurança Urbana, coronel Celso Aparecido Monari, também destacou os investimentos na cidade de São Paulo em equipamentos para a segurança pública. “Quando assumimos, o projeto City Câmeras tinha apenas 75 câmeras. Atualmente temos 3,5 mil câmeras acessadas pelas forças de segurança que podem utilizar as imagens para rastrear o crime”. Além disso, Monari pontuou o uso de 11 drones no monitoramento da cidade e o projeto São Paulo Mais Segura, que reúne 82,3 mil usuários com acesso a um sistema eletrônico de denúncias de crimes. “Também já fizemos a compra de mais 17 drones, além de estarmos em fase de testes de bodycams para a Guarda Civil Metropolitana”.

Comentários estão fechados.

CREDENCIAMENTO DISPONÍVEL

Garanta sua credencial gratuita e participe do evento mais esperado para o setor de segurança na América Latina.
CREDENCIE-SE J!
close-link