Nova solução, DVR veicular melhora gestão e segurança de frota de caminhões

Receba atualizações em tempo real direto no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Em países com baixa malha ferroviária como o Brasil, a importância dos caminhões para o transporte de mercadorias – o que inclui itens indispensáveis como alimentos e combustível – é enorme. O Brasil possui uma frota de cerca de 2 milhões de caminhões de carga e estima-se que por eles passem mais de 60% de tudo que circula no País.

Com tamanha responsabilidade é preciso garantir que o produto saia da origem e chegue ao destino. Para tanto, existem alguns recursos de segurança que têm se popularizado e tornado a viagem mais tranquila, como o DVR veicular, que, integrado a uma câmera, permite monitorar em tempo real em que situação se encontram os veículos, os motoristas e até os passageiros.

Assim, com o auxílio do sistema, é possível conceder mais proteção contra furtos, sequestros, vandalismo e acidentes de trânsito, além de melhorar o acompanhamento do desempenho dos motoristas. Isso porque os veículos estão sempre conectados com a empresa e, entre eles, há a troca de informações sobre a localização, sobre o combustível, o andamento da viagem e das rotas planejadas.

Com 40 anos de mercado e sede em Cascavel (PR), a Ghelere Transportes é um bom exemplo dessa tendência. Ela adotou no ano passado a solução da Intelbras para a sua frota e, agora, 200 de seus caminhões contam a tecnologia.

“Iniciamos a implementação por uma filial, já que ela possuía maior número de sinistros”, diz Eduardo Ghelere, gestor de frota da empresa. “Em poucos meses, o número de sinistros diminuiu exponencialmente e mesmo o comportamento dos motoristas mudou. Eles se sentem mais seguros, evitam o uso do celular e não dão mais caronas”.

Além de incrementar a segurança da frota, os DVRs aceleram a tomada de decisões em situações críticas. No caso da Ghelere, um dos motoristas recentemente passou mal durante uma viagem e se dirigiu ao acostamento. Foi possível identificar o problema e, em questão de minutos, providenciar a ajuda. “A solução nos ajudou a diminuir o tempo na identificação de problema. Outra questão positiva, e não esperada, foi a possibilidade corrigirmos boletins de ocorrência, comprovando a inocência da empresa, com a ajuda do monitoramento” diz o gestor.

De acordo com a Confederação Nacional dos Transportes, o Brasil registra 14 mortes por dia nas rodovias federais. As estatísticas mostram que 60% dos acidentes têm o envolvimento de carros de passeio, mais de 40% têm motocicletas e em torno de 20%, caminhões. Embora estes veículos se envolvam em menos acidentes, eles costumam ser mais severos em razão de seu porte.

Comentários estão fechados.

CREDENCIAMENTO DISPONÍVEL

Garanta sua credencial gratuita e participe do evento mais esperado para o setor de segurança na América Latina.
CREDENCIE-SE J!
close-link