Soluções digitais rastreáveis são fortes aliadas das empresas para adequação à LGPD

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Uma pesquisa realizada pelo Portal LGPD registrou uma queda de 89% no grau de maturidade e adequação das empresas em relação à Lei Geral de Proteção de Dados no segundo trimestre de 2020.

Entre agosto de 2019 e março de 2020 havia uma média de 29,8 registros de análise de maturidade, mas a média despencou para 3,3 registros por mês entre abril e junho deste ano. De acordo com a pesquisa, isso ocorreu principalmente por conta das complicações causadas pela pandemia de Covid-19.

“Mesmo que as sanções previstas pela LGPD tenham sido adiadas para 2021, é indispensável que as empresas se adequem à lei e de proteção de dados pessoais ao longo do tempo”, avalia Thomas Carlsen, COO e cofundador da mywork, empresa especializada em controle de ponto online e gestão de Departamento Pessoal. “Até mesmo as empresas mais preparadas para lidar com dados sensíveis ainda podem ter vulnerabilidades, por isso é importante que as organizações estejam sempre buscando melhorias e soluções digitais rastreáveis”.

E diante da nova realidade do home office nas empresas brasileiras, a adequação à LGPD é cada vez mais imperativa. Apesar da ausência de um órgão federal que realize a fiscalização das regras determinadas pela lei, quanto maior o cuidado com a proteção de dados e com a segurança de informações sensíveis, menor serão os problemas que as empresas terão que resolver, quando a lei estiver em vigor.

Comments are closed.