Falta de qualificação profissional é a maior lacuna na carreira de brasileiros, segundo pesquisa da Udemy

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Em recente pesquisa realizada pela Udemy, plataforma EAD de aprendizado e ensino online, o Relatório Global Lacuna de Habilidades 2019/2020, aponta que 94% dos profissionais brasileiros acreditam que existe uma lacuna em suas habilidades, isto é, falta capacitação profissional para exercerem suas carreiras. O estudo foi realizado com mais de 5.000 trabalhadores em tempo integral, com mais de 18 anos, no Brasil, México, Índia, Espanha e França.

Segundo a pesquisa, a geração X (que inclui profissionais de 36 a 52 anos) é a que mais sente essa lacuna no Brasil, pois 96% dos entrevistados dizem acreditar que exista, sim, uma falta de qualificação no país. Em seguida, ficam os millennials (profissionais dos 21 aos 35 anos), com 94%, e os baby boomers (profissionais dos 53 aos 71 anos), com 92%. A pesquisa não detectou diferenças significativas em como as mulheres e os homens brasileiros percebem essa questão.

O estudo da Udemy também analisou quais são as competências que são mais valorizadas pelos empregadores atualmente, segundo os trabalhadores. Do total, 55% responderam que são as técnicas/digitais (programação, análise de dados, web design e marketing/SEO). Em segundo lugar com 53%, ficaram as de liderança e gestão (como criação de equipes, resolução de conflitos e liderança de times).

Também de acordo com o estudo, para 67% dos profissionais entrevistados o ensino universitário não oferece toda a qualificação necessária para que eles sejam eficazes nos seus trabalhos. Entretanto, para aprender essas competências eles estão estudando de outras formas. Dentre eles, 47% dos trabalhadores brasileiros buscam aprender novas habilidades realizando cursos e vídeos online – como são os da Udemy. Em segundo lugar, com 31%, ficaram os treinamentos patrocinados pelas empresas em que eles trabalham. E em terceiro, com 10%, ficaram os livros e eBooks.

Comments are closed.