TikTok representa risco para a segurança nacional, diz governo dos EUA

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Fonte: Olhar Digital

“Existem vários funcionários do governo que estão analisando o risco de segurança nacional no que diz respeito ao TikTok e outros aplicativos”. Esta foi a afirmação dada na última quarta (15) pelo chefe de gabinete de Donald Trump, Mark Meadows aos repórteres. Além dele, o secretário de Estado, Mike Pompeo e o conselheiro da Casa Branca, Peter Navarro, revelaram a Fox News – canal conservador de notícias americano de televisão a cabo – que os EUA estão pensando em proibir aplicativos chineses, dos quais o TikTok é o mais cotado em questões de segurança.

Poucas evidências

As autoridades americanas forneceram poucas evidências de suas alegações sobre o TikTok, além de apontar para seu país de origem. Na China, especialistas dizem que, embora essas possibilidades não possam ser descartadas, o bloqueio do TikTok é uma medida drástica e que não necessariamente resolveria todos os problemas que dizem respeito aos detratores do aplicativo.

Posicionamento do TikTok

A empresa disse repetidamente que o Partido Comunista Chinês não exerce influência sobre suas operações. O aplicativo não está disponível na China, embora o ByteDance execute uma plataforma semelhante chamada Douyin no território asiático. Além disso, enfatiza que armazena dados de usuários americanos nos EUA, e que nenhum deles está sujeito às leis chinesas.

Ela também se esforçou para ser mais transparente sobre suas práticas e se distanciar de Pequim, incluindo a retirada de Hong Kong, onde uma lei de segurança nacional abrangente imposta pela China entrou em vigor no mês passado. Roland Cloutier, chefe de segurança global do TikTok, se recusou a responder diretamente às perguntas sobre a China em entrevista a WIRED, todavia enfatizou que o TikTok estava comprometido em manter práticas de segurança robustas, incluindo permitir que empresas externas auditassem sua tecnologia.

“O que eu posso falar são fatos, e os fatos são bastante simples”, disse Cloutier. “Usamos várias equipes externas de segurança externa [e] de terceiros para testar, validar e superar nosso produto diariamente para analisar possíveis vulnerabilidades”, sinalizou.

Ponto de vista dos especialistas

Autoridades em segurança móvel dizem que as práticas de coleta de dados do TikTok não são particularmente exclusivas para um negócio baseado em publicidade e se parecem muito com as de seus concorrentes de propriedade dos EUA. “Para o aplicativo iOS disponível para o público ocidental, ele parece coletar informações analíticas muito padrão”, pontua Will Strafach, pesquisador de segurança iOS e criador do aplicativo Guardian Firewall, focado na privacidade.

Já Dave Choffnes, professor de ciência da computação e pesquisador de redes móveis da Northeastern University, não conseguiu avaliar a versão Android do TikTok em primeira mão, mas confiou em uma análise publicada no Reddit, que muitos críticos do TikTok já citaram. Para ele, o aplicativo parece estar “na mesma liga” que outros de mídia social, que geralmente coletam dados extensos sobre seus usuários, incluindo sua localização precisa.

Oponentes

Adversários do TikTok argumentam que ele deve ser visto como um perigoso cavalo de troia (trojan) para a espionagem do Partido Comunista Chinês. Por outro lado, há aqueles que consideram essa crítica inviável e resultado do crescente racismo em relação ao povo chinês e da deterioração das relações entre os EUA e Pequim.

Comments are closed.