Home Notícias Estacionamentos: tecnologia promete controle de acesso mais rigoroso

Estacionamentos: tecnologia promete controle de acesso mais rigoroso

0
0

Para aprimorar a segurança de estacionamentos em condomínios residenciais e comerciais, além de promover um controle mais rigoroso no acesso de fornecedores, empregados e visitantes, chega ao mercado um novo sistema de controle de acesso, em que a própria câmera faz a leitura das placas dos veículos, além de processar e armazenar as imagens, dispensando investimentos em servidor e storage.

Trata-se do sistema PlateView Embedded, lançado pela fabricante sueca Axis Communications e a desenvolvedora brasileira Pegasus Tecnologia, que atuam no setor de videomonitoramento. Segundo elas, a solução impede a entrada de veículos não-cadastrados e registra os horários de entrada e saída dos cadastrados, permitindo que o porteiro se concentre em outras funções.

Com resolução full HD, a câmera AXIS M1125-E captura as placas dos veículos e opera, por si só, os algorítmos do software da Pegasus. Entre a leitura da placa e a liberação do portão, o tempo total é de até dois segundos. Caso a placa não corresponda às listadas na base de placas autorizadas, o portão permanece fechado.

Conforme as fabricantes, a gestão das listas de placas é feita através de uma interface que permite acrescentar ou retirar autorizações facilmente. “Se um contrato de aluguel se encerra, por exemplo, é possível listar a placa do veículo do ex-morador para impedir seu acesso, mesmo que ele conheça o porteiro”, explica Amaro Monteiro, diretor da Pegasus Tecnologia.

Condomínios que preferirem manter seus atuais sistemas de controle de acesso veicular, automatizados ou não, poderão utilizar a nova tecnologia de leitura de placas como um reforço à segurança atual. Quando o sistema identificar um veículo não cadastrado ou em lista negra, poderá enviar um alerta à portaria ou e-mail ao síndico, sem no entanto impedir ou liberar qualquer acesso. “Não importa se o condomínio prefere controlar o portão por outros meios. Os moradores podem proteger seu espaço contra o ingresso de prestadores de serviço desautorizados, visitantes indesejados e qualquer veículo usado por potenciais criminosos”, conclui Andrei Junqueira, gerente de vendas da Axis.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *